SSS Informática Ltda

   

Nosso PPP está em conformidade com a IN nº 85 de 18/02/2016.
 

 PPP: Download  | Custo | Registro | FAQ | WebMail ? Fale Conosco



 


FORUM
 

Procure mais informações 
em nosso site...


powered by FreeFind



Indique para
um amigo

 

 


Conheça a
Comunidade
Católica Sião



Teste sua velocidade de conexão com a Internet com Speedtest.net

 

 

 

 

Imprimir Abre versão da notícia para impressão

Proposta facilita comprovação para aposentadoria especial

Projeto de Lei 2421/07, do deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), facilita para os trabalhadores terceirizados o processo de comprovação de que estão aptos a receber aposentadoria especial.

Brasilia, 22/02/2008

Projeto de Lei 2421/07, do deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), facilita para os trabalhadores terceirizados o processo de comprovação de que estão aptos a receber aposentadoria especial.

A proposta altera a Lei de Benefícios da Previdência Social (8.213/91) para determinar que a empresa tomadora de serviços terceirizados também será responsável por comprovar a efetiva exposição do trabalhador a agentes nocivos no local de trabalho. É na empresa tomadora que se dá o trabalho.

Atualmente, somente a empregadora do terceirizado é obrigada a fornecer documento comprovando essa situação especial. Para isso, ela preenche o perfil profissiográfico previdenciário (PPP) do trabalhador, com base em laudo técnico de condições ambientais do trabalho expedido por médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho.

Entre outras informações, o PPP reúne dados administrativos, registros ambientais e resultados de monitoração biológica durante todo o período em que o trabalhador exerceu suas atividades. Esse documento serve, portanto, como comprovante da exposição do trabalhador aos agentes prejudiciais pelo período exigido para a concessão do benefício da aposentadoria especial.

Aposentadoria antecipada
Quem tem direito ao benefício pode se aposentar mais cedo que os outros trabalhadores. Dependendo da periculosidade do trabalho, a aposentadoria pode ocorrer aos 15, 20 ou 25 anos de contribuição para o INSS. Para a maioria dos trabalhadores, a aposentadoria se dá aos 35 anos de contribuição.

De acordo com o autor da proposta, o fornecimento do PPP nas regras sugeridas é uma "providência que atende aos ditames da boa-fé objetiva e do princípio da razoabilidade, já que a análise das condições de trabalho deve ser realizada justamente nas dependências da empresa tomadora dos serviços de terceirização".

Tramitação
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da notícia no portal da Câmara: Portal Câmara dos Deputados

 
fonte: Agência Câmara

Newton Araújo Jr.  em 22/02/2008 16:35:26 id:  107

 retornar | imprimir
 
Clique no link DOWNLOAD na parte superior da página para pegar sua cópia de demonstração e avaliar as funcionalidades do aplicativo.

 (c) 2010, SSS Informática Ltda. Todos os direitos reservados.

Melhor visualizado em 1024x768

^